Conheça o legado da Campinas Decor na cidade

1215
Palácio de Cristal

Conheça o legado da Campinas Decor, a principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do interior paulista. As obras realizadas e custeadas pela Campinas Decor e seus parceiros, nos diversos imóveis públicos recuperados trazem benefícios concretos às instituições envolvidas e também à população.

A Mostra visa a recuperação e modernização de espaços, com ações que recuperam e preservam o patrimônio e auxiliam no desenvolvimento urbano. A organização fortalece a importância de se criar a cultura da conservação, preservação e revitalização do patrimônio público, que deve ser desfrutado por todos os moradores das cidades e para uso de toda sociedade.

Em homenagem ao aniversário de Campinas, que completa 245 anos na data de 14 de Julho de 2019, selecionamos as principais obras realizadas em imóveis públicos da cidade. Nós te convidamos a fazer um passeio pela história da cidade e conferir todas as obras realizadas pela Campinas Decor. Acompanhe a linha do tempo com todos os locais!

  • Primeiro prédio recuperado pelo evento, o Casarão do Lago do Café, totalmente revitalizado, abriga o MUCA (Museu do Café), cuja missão é preservar e difundir a cultura cafeeira, além de representar os cafeicultores e pequenos produtores rurais. O museu possui um programa educativo com os projetos “Do Café as Estrelas”, em parceria com o planetário municipal, e o “Café Itinerante”, que leva atividades educativas a várias partes da cidade, além de trabalhar com a museologia social. Nesses projetos, foram atendidos no último ano cerca de 8 mil crianças, adolescentes e adultos usuários de serviços sociais. Também têm sido realizados eventos culturais que receberam mais de 15 mil visitantes, entre outras ações.
  • A Estação Guanabara abriga o CIS-Guanabara, Centro Cultural de Inclusão e Integração Social criado, vinculado e mantido pela Unicamp, no qual são desenvolvidos projetos de educação, cultura e lazer para a comunidade. Desde a recuperação integral das instalações, o CIS-Guanabara vem realizando cerca de mil eventos e atividades culturais por ano, acolhendo 25 mil participantes anualmente.
  • A Estação Cultura, um dos principais cartões postais da cidade, desde que abrigou a Campinas Decor se tornou um importante equipamento cultural do município. Atualmente, atende mais de 200 mil pessoas por ano em eventos como shows, palestras, feiras e exposições. Suas salas são utilizadas para ensaios e reuniões de grupos culturais da cidade e região.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Após a realização da Campinas Decor em 2016, a Casa de Vidro, no Lago do Café, foi adaptada para receber um equipamento de cultura. Apenas no ano de 2017, de setembro a dezembro, o local recebeu mais de 2 mil pessoas, entre escolas e visitantes espontâneos às exposições do acervo do Museu da Cidade e exposições de instituições e artistas convidados. O espaço também foi palco de eventos como a Mesa Redonda sobre recursos hídricos organizada pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil, lançamento de livro e um ciclo de debates em educação promovido pela Fundação FEAC.

  • Tendo abrigado duas edições consecutivas da Campinas Decor, o Instituto Agronômico de Campinas, pertencente ao governo do Estado, teve várias edificações restauradas, auxiliando e ampliando pesquisas e trabalhos administrativos realizados por essa importante instituição. Entre os diversos benefícios, vale destacar que a reforma do edifício Franz W. Dafert, imponente imóvel de 1943 tombado pelo patrimônio histórico, possibilitou a implantação do curso de pós-graduação do IAC, atendendo a 120 alunos por ano.
  • Fazenda Argentina, que sediou a Campinas Decor 2018, deverá abrigar o escritório da Inova, agência de inovação da Unicamp, assim como empresas startups. As edificações recuperadas pela mostra na propriedade também serão utilizadas para a realização de eventos culturais e futuramente para a sede do Museu de Artes Visuais.
  • Colégio Ateneu, sediou a Campinas Decor 2019. Um casarão histórico pertencente à prefeitura e tombado pelo Condepacc (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas), que após a doação das benfeitorias será utilizado para abrigar a Secretaria de Educação do município. Serão instalados no imóvel o gabinete da secretária, assessoria jurídica, diretorias e coordenadorias.